Aix – LVM – Alguns comandos básicos

Escrevi aqui alguns comandos básicos com as principais opções para criar logical volumes (lv) e filesystems (fs), bem como espelhá-los e remover o espelhamento.

Todas essas ações podem também ser feitas através do smit.

1. Criando um novo logical volume:

Para criar um novo logical volume usamos o comando mklv:

mklv -y [nome lv] -t [tipo FS] -c [número de cópias] [nome do VG] [número de PPs]  hdiskX hdiskY

Ex:

# mklv -y lv_teste -t jfs2 -c 2 testevg 25 hdisk2 hdisk3

2. Extendendo um logical volume:

Para extender um logical volume usamos o comando extendlv:

/usr/sbin/extendlv [nome lv] [num de PPs] hdiskX hdiskY

Ex:

# /usr/sbin/extendlv lv_teste 10 hdisk2 hdisk3

3. Espelhando um logical volume:

Para espelhar um logical volume usamos o comando mklvcopy:

mklvcopy [nome lv] [número de cópias] 2 hdiskX hdisk1Y hdiskZ

Ex:

# mklvcopy lv_teste 2 hdisk4 hdisk5

4. Removendo uma das cópias de um logcal volume:

Para remover o espelhamento de um logical volume usamos o comando rmlvcopy:

rmlvcopy [nome lv] [número de cópias] hdiskX hdiskY

Ex:

# rmlvcopy lv_teste 1 hdisk2 hdisk3

5. Sincronizando as cópias do logical volume:

Após espelhar um logical volume, as cópias ficarão em status stale e não sync. Para sincronizar as cópias, usamos o comando syncvg:

lsvg -l [nome do vg] |grep [nome do lv]

Ex:

# lsvg -l testevg |grep lv_teste
testevg:
LV NAME             TYPE       LPs   PPs   PVs  LV STATE      MOUNT POINT
lv_teste                jfs2             25   50       4     open/stale    /teste

Para sincronizar, usar o comando syncvg. Com a opção “-l” especifica-se o nome do LV e com a opção “-g”, o nome do VG.

syncvg -l [nome do lv]

Ex:

# syncvg -l lv_teste

6. Criando um filesystem

Para criar um filesystem, usamos o comando crfs:

crfs -v [tipo fs] -d [nome do lv] -m [mount-point] -A [yes/no]

Ex:

# crfs -v jfs2 -d lv_teste -m /teste -A yes
File system created successfully.
1048340 kilobytes total disk space.
New File System size is 2097152

Observação: É possível usar a opção “-g” no lugar de “-d”. Com o “-g” especifica-se o nome do VG ao invés do LV. Dessa forma o Aix define um nome padrão para o LV. Ficaria: -g [vg name]

A opção -A define se o filesystem é montado automaticamente no boot (yes) ou não (no).

 

Referência:

Documentação sobre o Logical Volume Manager do Aix pode ser encontrada:

  1. Logical Volume Manager: http://publib.boulder.ibm.com/infocenter/systems/index.jsp?topic=/com.ibm.aix.baseadmn/doc/baseadmndita/lvm.htm&resultof=%22lvm%22%20&searchQuery=lvm&searchRank=2&pageDepth=0
  2. IBM Redbooks:

 

2 thoughts on “Aix – LVM – Alguns comandos básicos”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *