SRC – Gerenciamento de daemons no AIX

O AIX tem um gerenciador de daemons, chamado SRC, em inglês, “System Resource Controller“.

Através do SRC podemos verificar se um serviço está ativo, parar, iniciar ou reinicializar um serviço.

Isto pode ser feito através dos seguintes comandos:

startsrc: iniciar
refresh: reiniciar
stopsrc: parar
lssrc: verificar status

O SRC permite trabalharmos com um serviço ou um grupo de serviços. Para um serviço, usamos a opção “-s” e para um grupo, “-g”.
Por exemplo, para gerenciar os serviços de NFS:

Verificando status do grupo de serviços:

# lssrc -g nfs
Subsystem            Group    PID    Status
biod                nfs                                     inoperative
nfsd                nfs                inoperative
rpc.statd         nfs                inoperative
rpc.lockd         nfs                inoperative
rpc.mountd          nfs                inoperative

Iniciando um serviço:

# startsrc -s nfsd
# lssrc -g nfs
Subsystem         Group            PID     Status
nfsd             nfs              23672   active
biod             nfs                      inoperative
rpc.statd        nfs                      inoperative
rpc.lockd        nfs                      inoperative
rpc.mountd       nfs                      inoperative

Iniciando um grupo de serviços:

# startsrc -g nfs
0513-059 The biod Subsystem has been started. Subsystem PID is 17242.
0513-029 The nfsd Subsystem is already active.
Multiple instances are not supported.
0513-059 The rpc.statd Subsystem has been started. Subsystem PID is 19862.
0513-059 The rpc.lockd Subsystem has been started. Subsystem PID is 24236.
0513-059 The rpc.mountd Subsystem has been started. Subsystem PID is 6802.

# lssrc -g nfs
Subsystem         Group            PID     Status
nfsd             nfs              23672   active
biod             nfs              17242   active
rpc.statd        nfs              19862   active
rpc.lockd        nfs              24236   active
rpc.mountd       nfs              6802    active

Parando um grupo de serviços:

# stopsrc -g nfs
0513-044 The nfsd Subsystem was requested to stop.
0513-044 The biod Subsystem was requested to stop.
0513-044 The rpc.statd Subsystem was requested to stop.
0513-044 The rpc.lockd Subsystem was requested to stop.
0513-044 The rpc.mountd Subsystem was requested to stop.

# lssrc -g nfs
Subsystem         Group            PID     Status
biod             nfs                      inoperative
nfsd             nfs                      inoperative
rpc.statd        nfs                      inoperative
rpc.lockd        nfs                      inoperative
rpc.mountd       nfs                      inoperative

 

Como verificar informa̤̣o da placa de rede РAix, Solaris e Linux

Muitas vezes precisamos verificar como está a configuração da placa de rede no servidor Unix, como por exemplo, conferir se está de acordo com a configuração do switch, uma vez que problemas de conexão podem estar relacionados a estas configurações.

Precisamos saber se está como 100 Full Duplex, 10 Half Duplex, etc.

O modo de obter estas informações é diferente em cada Unix.

A seguir, os comandos para checar estas informações no Aix, Solaris e Linux:

 

AIX

É bem simples:

# netstat -v

OU

# netstat -v [nome da interface de rede]  

 

Solaris

No Solaris é um pouco mais complexo de se verificar a informação.

Podemos usar o comando ndd. Primeiramente usa-se a opção “-set” para definir qual o device a ser consultado. Após feito isso, utiliza-se a opção “-get”para se obter as informações referentes à configuração.

Exemplo: device qfe0

$ sudo /usr/sbin/ndd -set /dev/qfe instance 0
$

$ sudo /usr/sbin/ndd -get /dev/qfe link_status
1

$ sudo /usr/sbin/ndd -get /dev/qfe link_speed
1

$ sudo /usr/sbin/ndd -get /dev/qfe link_mode
1

$ sudo /usr/sbin/ndd -get /dev/qfe adv_autoneg_cap
0

Interpretação:

link_status:

0 – down
1 – up

link_speed:

0 – 10 mbit
1 – 100 mbit
2 – 1 gbit

link_mode:

0 – halp-duplex
1 – full-duplex

adv_autoneg_cap:

0 – no auto-negotiation
1 – auto-negotiation

Conclusão:

qfe0:
link up
speed: 100 full_duplex
Não está em modo auto-negotiation.

É preciso ter permissão de root para executar os comandos acima.

Segundo informação em http://www.brandonhutchinson.com/Solaris_NIC_speed_and_duplex_settings.html, para alguns devices de rede ce, o ndd não funciona e o melhor modo de vizualizar é através do comando kstat ou netstat.

$ kstat ce ce_device

$ netstat -k ce | egrep 'link_speed|link_status|link_duplex'

Exemplo:

# netstat -k ce0 |grep link_speed
lp_cap_asmpause 0 lp_cap_pause 0 link_T4 0 link_speed 100

# netstat -k ce0 |grep link_up
link_duplex 2 link_asmpause 0 link_pause 0 link_up 1 mac_mtu 1522

# netstat -k ce0 |grep link_duplex
link_duplex 2 link_asmpause 0 link_pause 0 link_up 1 mac_mtu 1522

Interpretação:

link_up – 0 down, 1 up
link_speed – speed in Mbit/s
link_duplex – 1 half duplex, 2 full duplex, 0 down

Conclusão:

ce0:
Speed: 100
Link up
Full duplex

Uma solução que pode ajudar para identificar a configuração da placa de rede é utilizar um script desenvolvido por Brandon Hutchinson e disponibilizado em seu website no link abaixo:

http://www.brandonhutchinson.com/Solaris_NIC_speed_and_duplex_settings.html

Segue o link, com uma cópia do script aqui no Unix Notes:

verifica_rede

No Solaris 10 existe um comando que permite vizualizar a onfiguração das placas de rede de modo bem mais simples:

# dladm show-dev

Para verificar a configuração doo device de rede e saber se se trata de uma placa Gigabit por exemplo, utilizar o comando prtdiag:

/usr/platform/sun4u/sbin/prtdiag –v

=================== IO Devices=======================
Bus   Freq
Brd  Type  MHz   Slot        Name                          Model
---  ----  ----  ----------  ----------------------------  --------------------
0   pci    66         PCI5  SUNW,qlc-pci1077,2300 (scsi-+
0   pci    66           MB  pci108e,abba (network)        SUNW,pci-ce
0   pci    33           MB  isa/su (serial)
0   pci    33           MB  isa/su (serial)
0   pci    33           MB  isa/rmc-comm-rmc_comm (seria+
0   pci    33           MB  pci10b9,5229 (ide)
0   pci    33         PCI0  pci108e,1000
0   pci    33         PCI0  SUNW,qfe (network)            SUNW,pci-qfe
0   pci    33         PCI0  pci108e,1000
0   pci    33         PCI0  SUNW,qfe (network)            SUNW,pci-qfe
0   pci    33         PCI0  pci108e,1000
0   pci    33         PCI0  SUNW,qfe (network)            SUNW,pci-qfe
0   pci    33         PCI0  pci108e,1000
0   pci    33         PCI0  SUNW,qfe (network)            SUNW,pci-qfe
0   pci    33         PCI1  pci108e,1000
0   pci    33         PCI1  SUNW,qfe (network)            SUNW,pci-qfe
0   pci    33         PCI1  pci108e,1000
0   pci    33         PCI1  SUNW,qfe (network)            SUNW,pci-qfe
0   pci    33         PCI1  pci108e,1000
0   pci    33         PCI1  SUNW,qfe (network)            SUNW,pci-qfe
0   pci    33         PCI1  pci108e,1000
0   pci    33         PCI1  SUNW,qfe (network)            SUNW,pci-qfe
0   pci    66           MB  pci108e,abba (network)        SUNW,pci-ce

As placas de rede mostradas acima são Gigabit.

 

Linux

No Linux podemos usar o aplicativo mii-tool.

# mii-tool

Para um display mais completo:

# mii-tool -v

 

Referência:

Aix:

  1. http://publib.boulder.ibm.com/infocenter/pseries/v5r3/index.jsp?topic=/com.ibm.aix.prftungd/doc/prftungd/nestat_v.htm

Solaris 8:

  1. http://www.brandonhutchinson.com/Solaris_NIC_speed_and_duplex_settings.html
  2. http://www.samag.com/documents/s=9142/sam0405l/0405l.htm

Solaris 10:

  1. http://forum.java.sun.com/thread.jspa?threadID=5238989&tstart=345

Linux:

  1. http://linux-ip.net/html/tools-mii-tool.html

Introdução ao Unix

A primeira coisa que ouvi falar de UNIX foi:

“O unix é um sistema operacional multiusuário e multitarefa”

Confesso que na época, aluna do primeiro ano do colegial técnico em processamento de dados, que nunca tinha visto um computador na frente, não entendi muito o que isso significava. E não imaginava que um dia eu me tornaria Administradora de sistemas Unix.

Realmente ele é multiusuário (diversos usuários trabalham no sistema ao mesmo tempo) e multitarefa (diversas aplicações são executadas em paralelo).

Parece óbvio hoje em dia, mas naquela época (1991), o DOS não era multiusuário nem multitarefa. Um usuário carregava o sistema operacional e executava uma única aplicação, como o wordstar, por exemplo.

O unix era utilizado apenas em servidores de grande porte e não era popular em microcomputadore, coisa que o Linux fez, permitindo que se tivesse um Unix no seu desktop em casa.

A primeira versão do Unix foi lançada em 1970 pela Bell Labs e era usada em universidades. Em 1976 foi lançada a primeira versão comercial.

Os criadores do Unix foram Ken Thompson e Dennis Ritchie. Você pode conhecer um pouco mais sobre estes dois gênios na wikipédia:

http://en.wikipedia.org/wiki/Ken_Thompson
http://en.wikipedia.org/wiki/Dennis_Ritchie

Além do Unix, eles também criaram a Linguagem C.

Eu diria que a contribuição deles para o mundo da Computação foi singela, não?
O Unix é muito mais que um sistema multiusuário e multitarefa. Para saber mais sobre o Unix e sua história, segue indicação de alguns links:

http://www.bell-labs.com/history/unix/
http://en.wikipedia.org/wiki/Unix

Alguns manuais:

http://www.rau-tu.unicamp.br/nou-rau/softwarelivre/document/list.php?tid=59

O unix, o universo e tudo mais.